Uma carta aos pais de filhas que desejam viajar

“Fique em segurança”, a minha mãe sempre dizia ou escrevia nas cartas.

Não importa se eu estava algumas noites fora de casa, viajando pelo mundo ou indo às compras, ela sempre dizia, “Fique em segurança”.

Eu sei que a minha mãe não deseja nada além de felicidade para mim, mas o medo de algo acontecer comigo quando viajo é algo que a deixa com uma enorme preocupação.

Esta carta é para todos vocês, pais e filhos, que se preocupam com a sua família.
Esta carta é dedicada a você mãe.

arizona asphalt beautiful blue sky
Foto por Nextvoyage em Pexels.com

A carta

Queridos pais,

Para vocês, pode ser desanimador pensar que sua filha está em outro país com pouco ou nenhum conhecimento da cultura ou modos de vida – mas é isso que nos faz prosperar. Isto é o que nos ensina as lições de vida que não podem ser ensinadas em uma sala de aula. É isso que nos faz acreditar que podemos fazer qualquer coisa e, acredite em mim, realmente acreditamos que podemos fazer qualquer coisa. A vida é ilimitada. Viajar mostra que há mais na vida do que trabalhar por um salário mínimo e apenas “sobreviver”. Não há educação maior do que as lições que se aprende durante a viagem.

Você provavelmente está preocupado com a segurança da sua filha; é normal. Mas sua filha é inteligente; ela é capaz e ela é independente. Ela realmente pode cuidar de si mesma, eu prometo a você. Você pode temer o pior a cada vez que ela informa sobre seus planos futuros, mas o importante a lembrar é que você não deve viver com medo do que pode acontecer, em vez de nos deixar aproveitar a montanha-russa que é a vida e ver onde isso nos leva.

Você pode pensar que sua filha está vagando sem rumo pelo mundo, mas ai que está a coisa – nós queremos nos perder. Perder-se aos 24 é muito melhor do que ter 40 anos e olhar para os seus vinte anos com arrependimentos de não correr riscos. Você provavelmente também está preocupado que sua filha está prejudicando suas esperanças de qualquer tipo de carreira, devido ao seu trabalho constante de salto e globetrotting, mas ela não teria de outra maneira. Viajar realmente tem a capacidade de mudar nossas vidas completamente, não importa o quão clichê que possa parecer.

Esta geração é diferente. Esta geração tem muito mais oportunidades; e ir para a universidade, conseguir um diploma e um emprego para a vida, não é mais o objetivo. Viajar é muito mais aberto e imersivo do que um livro jamais será, porque você escreve seus próprios capítulos e conta sua própria história. E existe algo melhor que uma história realmente boa?

Você sabe que quando estamos fora de casa, sentimos saudades de casa todos os dias, mesmo que pareça que é o oposto. Você pode não ver os momentos difíceis, porém, as vezes que choramos em nosso travesseiro durante a noite porque sentimos falta da normalidade da vida em casa e do apoio das pessoas que passamos 20 anos cercadas. Os tempos em que dormimos mal, quando ficamos sem dinheiro e nos momentos em que queremos voltar para casa. Nós provavelmente não lhe diremos que estamos chorando, vamos dizer-lhe que momento maravilhoso estamos tendo. Nós não queremos te preocupar com nossas lutas. Aprendemos a pensar – aprendemos a cuidar de nós mesmos. Mas lembre-se de que, não importa o que aconteça, sempre voltaremos para casa, mesmo que por pouco tempo. Porque nossa casa é realmente onde está o nosso coração.

O nosso desejo é ver mais e mais, mas sua preocupação supera tudo. Você fará constantemente perguntas, repetidamente, e nós lhe daremos a mesma resposta. Você nunca ficará satisfeito com a resposta que lhe damos, mas esse é o seu trabalho – se preocupar. Você quer fazer tudo o que for possível para nos manter seguros.

Você quer nos proteger, mas precisa deixar-nos livres para descobrir a nós mesmos e ao mundo. Vocês têm medo de algo dar errado e não estarem lá para proteger sua filhinha, mas, em essência, esse é o ponto principal. Viajar está aí para nos ensinar a não depender mais de nossos pais, mas depender do nosso instinto e cometer erros para nós mesmos aprendermos. Você fez um trabalho incrível ao preparar sua filha para o resto da vida – agora é hora de deixá-la viver sozinha, abrir as asas e voar livremente.

Atenciosamente,

Em nome de todas as suas garotinhas.

 

Você pode seguir o blog dela aqui

Rafael Salvi

Aguaiano, 25 anos, amante do mundo e da natureza, mochileiro de coração e criador do De Carona Pelo Mundo e do Salvi este Diário. Gosta de séries, cinema, animes, jogos, tatuagens e esportes radicais. Estuda empreendedorismo e gestão empresarial, tem como meta colocar o DCPM nos maiores blogs de viagem do Brasil!

2 comentários em “Uma carta aos pais de filhas que desejam viajar

  • 21 de agosto de 2018 em 19:12
    Permalink

    Belo texto!
    Não vejo minha filha há 1 ano e 5 meses, está na Alemanha! Sempre acho que ela está em risco. Mas ela sabe muito mais do que eu sobre todas as coisas. Por saber que, modestamente, fizemos a nossa parte, meu coração fica em paz, porque sei que ela tem pra onde voltar!

    Resposta
    • 22 de agosto de 2018 em 08:58
      Permalink

      Com certeza ela é uma filha feliz!

      Resposta

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.