Turismo

Tudo sobre Ubud, Bali. Roteiros e Dicas.

Ah, coisa linda esse lugarzinho que se parece com cidade de interior em Bali, Indonésia! Se você está planejando conhecer UBUD, essa cidadezinha que cheira a mato e extravasa misticismo, aqui vai tudo o que precisa saber sobre lá! Vem comigo, ler sobre roteiro e dicas: gastos, onde se hospedar  e muito mais!

DICA: Aconselho à você entender um pouco da cultura antes de ir ! Assim, conseguirá apreciar tudo o que vivenciar lá! Sim! Tudo é muito diferente! Dê uma lidinha no post ” A Ubud de “Comer, rezar e amar””:https://dcpm.com.br/ubud-de-comer-rezar-e-amar-o-que-esperar/

Totens balineses, entrada das casas típicas de Ubud.

Agora sim, vamos ao que fazer em Ubud e o que saber antes de ir?

O QUE FAZER EM UBUD: 

1) Sacred Monkey Forest:  A floresta sagrada dos macacos é uma reserva com complexo de templos. Os hindús acreditam em um deus com forma de macacos. E o que você vai ver lá? Florestas e macacos!

A floresta está aberta todos os dias das 8:30h às 18:00h e tem o valor de 40.000, 00 Rp de entrada.

Sacred Monkey Forest, Ubud.

DICA: Leve seu cacho de banana (comprar lá é muito caro) e chegue cedinho, assim os macacos ainda não estão satisfeitos e você poderá ter aquele tempinho com eles. Só cuidado! Eles sobrem em você e podem até abrir suas mochilas e roubar pertences! Estejam bem atentos!

2) Passeie pelas três ruas principais:  Jl. Monkey Forest, Jl. Hanoman e pela Jl. Raya Ubud. : Essas são as ruas das lojinhas, dos barzinhos e restaurantes. A estrutura e fachadas das casas são lindas.

Monkey Forest Street. Bitang, cerveja local. Valor RS 6,00.

Aproveite para passear por ali, almoçar em um dos seus restaurantes lindos e bem decorados e quem sabe passar um entardecer, sentado de frente para a rua, tomando uma cerveja e observando o movimento.

Restaurantes da rua Monkey Forest.

3) Café de Lotus e Tannah Saraswati Palace: Esse é o principal templo de Ubud, (homenagem à Deusa Saraswati) fica na região central da Cidade. Aqui tem shows diários de danças balinesas que se iniciam às 19:30 h. Para assistir ao espetáculo nas cadeiras da frente é necessário comprar os ingressos na hora, não há reservas. Mas você pode também, assisti-lo do Café Lotus, que fica em frente ao templo sem ser cobrado nenhum adicional por isso.

Café Lotus, Templo , e as flores de Lótus.

4) Ubud Market: O mercado de rua de Ubud. Têm pessoas para todos os lados, tanto locais como turistas. Os preços aqui são um pouco mais caros que os demais lugares de Bali. Pechinche.

Você encontrará os mais diversos souvenires, roupas típicas e sarongues, prata, bolsas e todas aquelas coisinhas típicas de mercados artesanais.

artesanatos balineses.

 Também verá muitas flores, aqui são feitas as compras dos itens que vão nas cestinhas de oferendas que os balineses montam diariamente. Também verá mercado de alimentos e condimentos.

Ubud Market

5) Casas Balinesas: Entre uma tendinha de comercio e outra, no Ubud Market, você verá várias portas com aqueles adornos balineses lindos, que são na realidade, casas dos locais. Ainda que haja portões, o acesso aos templos de cada uma delas é publico. Eu explorei e entrei em quase todas que encontrei, vale a pena entrar em pelo menos uma, para ver como é.

casas balinesas, porta de entrada.

6) Campos de Arroz (Rice Fields): Embora os dois campos de arroz mais conhecidos de Bali não fiquem em Ubud, aqui também têm campos menores que valem a pena ser visitados e podem ser feitos caminhando. A visão é incrível.

Trilhas de Ubud.

O QUE SABER ANTES DE IR? DICAS.

1) Chegando a Ubud: 

Bali tem um único aeroporto e fica na cidade de Denpasar, a aproximadamente uma hora de Ubud.  Os táxis tem preços padrões e dificilmente você conseguirá negociar qualquer preço, mesmo se afastando daquele borburinho da saída do aéro.

Ir até Ubud dá U$ 40,00 (o valor é por carro e não por pessoa). DICA: o preço de ida é bem caro mas a volta sai mais baratinha, coisa de R$ 40, oo. (Lembrem-se da distância).

 

Aeroporto Depansar. O hinduísmo está por todas as partes!

2) Quantos dias ficar em Ubud ?

A cidade em si é pequena.  Acredito que em três dias apenas nela, você consiga conhecê-la bem. Caminhando por entre as ruas e mercadinhos, entrando nos templos, tendo contato com a natureza nos campos de arroz , relaxando nos spas e apreciando o fim de tarde em um barzinho qualquer.

Ubud.

Também temêm vários passeios particulares de um dia pelo interior da ilha que vão muito além de Ubud.  Nesses tours você verá templos, os famosos campos de arroz e a plantação de café Luwak (aquele.. “com fezes!”), cachoeiras e praias. DICA: Sair daqui de Ubud faz com que o passeio fique muito mais em conta pelas proximidades aos locais que serão visitados. E desse jeito, se economiza tempo também!

Kerta Goza. Day Tour-privado ao interior da ilha

Se você pretende fazer os tours particulares pela ilha, reserve mais um ou dois dias em Ubud.  A média é de R$ 180,oo por carro. Você pode negociar também, se estiver sozinho, para ir de moto. Sai mais em conta!

3) Onde se hospedar em Ubud

Apesar de ser uma cidade parecida com cidade de interior, Ubud tem todos os tipos de hospedagem e agrada a todos os gostos. Vamos ver qual a sua vibe:

Para aqueles que preferem caminhar por entre ruas, proximidade aos bares e restaurantes e  facilidade de locomoção (principalmente para não depender de transporte) tem dois pontos principais:

1) Proximidades do Café Lotus: Tanah Lotus é o principal e mais turístico dos templos de Ubud, fica localizado bem no centro e com direito a vida comercial intensa ao seu redor. Até com Star Bucks e vários mercadinhos de rede! Nessa região, você terá menos contato com a natureza mas tem o maior custo beneficio em relação à estrutura.

2) Monkey Street Forest e Main Street Ubud: Essas duas ruas são próximas à Floresta dos Macacos (Monkey Forest), são ruas mais tranquilas e se parecem bem interioranas. São cheias de restaurantes com redes, bangalôs e pufs  e tem vários hotéis.  Esse é o meio termo, aqui você tem estrutura mas também tem mato. E também é próxima dos outros pontos turísticos.

Além de que, quanto mais próximo da Floresta dos Macacos, mais próximo dos macacos!

Vista da minha sacado do Hotel. Pande Permai Bungalows.

Já, se a vibe é interiorana e sossego:

3) Rice Fileds: Para quem quer curtir aquela vibe natureza mesmo, acordar com a visão dos campos de arroz e barulho de mato, sem gente e borburinhos… esse é o lugar! A vista é realmente estonteante! Tomar café da manhã, então! Procure por hotéis mais afastados e com visão rice field.  Porém, esteja preparado para precisar de transporte para locomoção! Esses hotéis são bem mais afastados.

4) Transporte: 

A maiorias das coisas você fará caminhando! Tudo é perto! Mas se você ficar hospedado longe do centrinho pode usar taxi, moto- táxi e até mesmo alugar uma bicicleta.

Monkey Forest Street. Ubud. Olha a quantidade de motos! Quase caótico.

Para quem vai rodar e sair de Ubud e não quer gastar com tour, rola alugar uma moto também. Já aviso que o trânsito não é dos melhores e têm muitas crianças guiando. Essa é a opção mais econômica e prática.  Carros apesar de confortáveis, são mais lentos e você encontrará muita dificuldade em estacioná-los.

3) Dinheiro e Gastos e Change:

Se você for a outras cidades de Bali verá a diferença,  DICA: Ubud tem os preços mais salgadinhos (ok! tudo em Bali é barato!). As roupas e as pratas no Ubud Market são bem mais caras , chega a dar diferença de 20 reais a mesma peça em comparação a Denpasar ou lojinhas dos templos.

Normalmente você paga 4 reais em uma cerveja e em Ubud ela vai para 6 ,00 à 8,00. O mesmo com a comida: a média de um prato daqueles bem servidos é R$ 18,00.

Monkey Forest Street. Sushi balinês. Aprox R$15, 00.

O câmbio em Ubud também é mais caro, é pouca coisa porque a moeda tem muuuitos zeros, deve dar diferença de R$ 0,08. Mas fica a dica.

Não se preocupe em trocar dinheiro no aero, somente o básico para o transporte. Os changes estão por todos os lados e um em cima do outro!

E aí? gostou das dicas?? Vem comigo que tem muito mais!

Gili Trawangan, um pedacinho paradisíaco na Indonésia

https://dcpm.com.br/gili-trawangan-pedacinho-paradisiaco-na-indonesia/

Perrengue na Tailandia, o famoso piriri:

https://dcpm.com.br/perrengue-na-tailandia/

O que esperar da Tailândia, Bangkok

https://dcpm.com.br/o-que-esperar-da-tailandia-bangkok/

O que esperar do Camboja , Siem Reap

https://dcpm.com.br/o-que-esperar-do-camboja-siem-reap/

Sudeste asiático, quais países visitar?

https://dcpm.com.br/sudeste-asiatico-quais-paises-visitar/

Libriana, concursada e maluca por viagens! Ama sua mochila e não dispensa um carimbo no passaporte! Meta de vida é dar a volta ao mundo. Quer estar em cada pedacinho dele. Trintona, não pensa em casar e ter filhos. Só pensa em viajar! Gosta de gente e não dispensa uma boa festa. Cômica ,falante e muito direta! Quer incentivar as pessoas a tomarem coragem e meterem a cara nesse mundão! Afinal, a vida está lá fora! BORA! @aninha_rnct