Destaques

Roteiro de 3 dias e 2 noites pelo Salar do Uyuni e Lagunas Coloradas

Ahhh, a Bolívia! Uma das rotas mais procuradas nesse país de paisagens incríveis, com certeza é o Salar do Uyuni e as Lagunas Coloridas. E não é a toa, não! Os lugares que irá conhecer são realmente de tirar o fôlego! E, ao contrário do que muita gente pensa, TODO o caminho é cercado pelas mais diferentes views, que faz com que o tour seja maravilhoso do começo ao fim!

O tour mais conhecido pelo turismo é o Salar do Uyuni, o famoso deserto de sal, de 10.000 km² que pode ser visto do universo. Mas, a brincadeira não termina aí! Hoje, as agências turísticas oferecem tours prolongados de 3 a 4 dias, no coração da Bolívia, que proporcionam contato com as mais diversas paisagens!

Eu fiz o tour de 3 dias e 2 noites,vem comigo, conhecer um pouquinho desse lugar! E ver o que você vai encontrar por lá! Se quiser dicas atualizadas de como funciona o tour e como contratar, segue meu post explicando: O que fazer no Salar do Uyuni e Lagunas Coloridas? Roteiro e Dicas.

Vou separar os posts por dia, assim fica completinho e vocês não perdem nadinha!

1) Salar do Uyuni:

Claro que o Salar não ficaria de fora! Esse é o maior deserto de Sal do mundo! E o mais alto também, localizado a 3650 metros do nível mar, foi o que restou de uma imensa lagoa do altiplano boliviano.

Salar do Uyuni- Bolivia

No período de chuvas, o Salar se enche de espelhos d´água, que se dão a impressão de que o horizonte toca o céu. Para quem for visitar o Uyuni nesse período (Fevereiro e Março), que inclusive é de alta temporada, saiba que os passeios ficam  mais restritos e sujeitos a mudanças no trajeto.

Já, entre Abril e Novembro todo o deserto de sal fica seco e é possível ver o chão de sal. É nesse período que as temperaturas costumam baixar, então, durante a noite é bem possível encontrar temperaturas a -10ºC.

Hotel de Sal e Monumento Dakar

O Salar já foi palco do Rally Dakar, mas em virtude do alto grau de periculosidade, foram canceladas as corridas aqui.

Ainda no Salar, é onde você terá a experiência de comer no abrigo de sal pertencente ao Hotel de Sal, e ver o famoso Monumento Dakar e as Bandeirinhas.

Aos “loucos por bandeiras”, bandeiras!

Para quem vai seguir o tour por mais de um dia, com certeza, na primeira noite, dormirá em um abrigo de Sal! Caso contrário, terá a experiencia de comer em um abrigo, igualmente de sal. DICA: Ah, separem os Bolivianos! TODOS os banheiros do tour são pagos. Entre 5 a 10 Bolivianos!

Refeitório de Sal.  As paredes, as estátuas e os móveis são feitos de que? Tchan! Tchan! Hotel de Sal Playa Blanca.

Afloramento do Rio no Salar do Uyuni

Por baixo do Salar correm rios, em uma das primeiras paradas dentro do deserto é observar o ponto em que o rio aflora. Obviamente, não precisamos dizer que a água vem extremamente salobra e que, apesar de ter leito na superfície, não tem vida nessas águas.

Afloramento, Salar do Uyuni.

 

2) Isla Incahuasi

O deserto tem  33 “ilhas”, que na verdade são elevações em meio ao sal que possibilitaram o desenvolvimento de vida. Incahuasi é uma delas, e tem formações de recife e cactos gigantes, que chegam até 10 m! 

Isla Incahuasi, em Agosto (baixa temporada), a ilha fica praticamente vazia. Em alta temporada, chega a ter fila de 500 4×4 para fazer o tour.

O valor para entrar na ilha é de 30 Bolivianos, e você tem direito a 2 banheiros. E aí é só começar a escalada! Você leva, em baixa temporada, cerca de 50 minutos para fechar o circuito.

Arcos de Coral. Isla Incahuasi,

3) Cemitério de Trens

O cemitério de trens remete aos tempos de Potosí, que já foi a cidade mais rica do mundo. Foi dessa cidade que saiu quase toda a prata que foi à Espanha. Após o abandono das atividades de extração, os trens foram o que sobraram das épocas ricas de lá.

Cemitério de Trens.

É uma das primeiras paradas do tour e fica bem próximo à cidade do Uyuni. Diferentemente do Brasil, que é cheio de regras e cuidados com a segurança, aqui dá para subir nas máquinas e tirar todos os tipos de fotos. Enjoy it!

Vagão, Cemitério de trens.

4) Vila Colchani

Como todo tour, vamos parar em um vilarejo para comprar artesanatos! Ha! Mas não se empolguem. Na verdade Colchani é bem simples, os artesanatos não chamam toda aquela atenção e não tem realmente muito o que ver. Tem um pequeno museu de sal, que se resume a uma sala com uma enxada e um monte de … sal!

Colchani.

 

O tour começa por volta das 10:00 horas da manhã no primeiro dia e por volta das 17:00 você já ira se deslocar para o abrigo de cada agência, para passar a noite.

DICAS PARA O TOUR DO PRIMEIRO DIA:

  1. Roupas para a 1.ª noite: Eu fui no inverno, Agosto de 2018. Durante o dia você não passará tanto frio, porque bate sol durante o tour. Mas tenha com você uma jaqueta quentinha corta vento. Botinas de trilha (o sal gruda nos sapatos, então é bom que tenha sapatos resistentes e impermeáveis). À noite, no deserto faz muito frio!! A temperatura chega em torno dos -10ºC. Então, não podem faltar luvas, cachecol, calça que resista ao frio (calças apropriadas! Não adianta achar que uma jeans e uma térmica vão aguentar! Acreditem! Não aguenta! (Eu comprei uma calça especifica que aguenta até -10ºC, mas usei junto com uma térmica)).
  2. Toalha e saco de dormir : A primeira noite tem chuveiro no abrigo, mas a toalha é por sua conta. O saco de dormir ajuda a aquecer, mas as roupas de cama são quentes, e acredite, você dormirá de roupas. Na verdade, é mais para você ter um lugar para chamar de seu. Algumas agências alugam os sacos, outras, como no meu caso, emprestam.
  3.  Lencinhos umedecidos e papel higiênico: Os banheiros não tem papel. Os lencinhos umedecidos ajudam não só no banho, mas também para limpar as roupas, se você tiver a intenção de repeti-las! Então, você vai se manter limpo e suas roupas também. Tem muita poeira e você fica realmente sujo. Aposte em roupas impermeáveis e senta bala!
  4. Lanterna: Se você quiser dar uma voltinha pelo deserto durante a noite e ver aquele céu estreladissimo, você vai precisar dela. Além disso, na segunda noite a luz acaba as 9:00 da noite e não volta até a sua partida, as 5:00 da manhã! A lanterna vai ajudá-lo!
  5. Agua, snacks, cigarros, remédios e afins: não há comercio algum a partir da sua saída do Uyuni. Então, esteja preparado! A comida pode não ser tão boa, então snacks são sempre bem vindos. Quanto à água, aconselha-se 4 litros por pessoa para 3 dias. Remédios: pode ser que você tenha alguma indisposição, tanto estomacal, se é que me entendem, ou ainda mal de altitude (para isso, chá de coca, pastilhas, ou remédio mesmo – procurem um médico!)
  6.  Altitude: Se você não acostumou o corpo antes de chegar ao Uyuni e for fazer o tour, provavelmente você sentirá bem a altitude. Isso implica em tontura, falta de ar e dor de cabeça… já falei falta de ar??? Pois é! E se fumar então…

Enfim! Essas são as diquinhas do primeiro dia de tour! Vem conferir comigo os demais!!! O segundo dia, na minha opinião é a cereja do bolo! Partiu!

Libriana, concursada e maluca por viagens! Ama sua mochila e não dispensa um carimbo no passaporte! Meta de vida é dar a volta ao mundo. Quer estar em cada pedacinho dele. Trintona, não pensa em casar e ter filhos. Só pensa em viajar! Gosta de gente e não dispensa uma boa festa. Cômica ,falante e muito direta! Quer incentivar as pessoas a tomarem coragem e meterem a cara nesse mundão! Afinal, a vida está lá fora! BORA! @aninha_rnct

Um comentário

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: