Peru via Acre: dicas e curiosidades desta rota alternativa

Olá caroneiros! Que o Peru é um país incrível, nós já sabemos! Afinal, só aqui no blog, já rendeu muitos posts! Isso significa que temos muitas dicas e rotas alternativas!

Já pensou em ir para o Peru utilizando uma rota terrestre de saída do Brasil? Que tal saber a rota para o Peru via Acre? Vamos lá, aproveitar nossas fronteiras e ampliar as opções de como chegar no Peru!

Essa dica vale para você caroneiro, que está pela região norte, ou conseguiu aquela super promoção aérea para cá! Ou para quem tem muitas milhas nos programas de fidelidade e viu uma oportunidade para vir até aqui! Ou ainda, no melhor dos mundos, está com tempo sobrando e pode investir para que sua aventura pelo Peru comece pelo Acre, e conhecer um pouco mais deste estado bem ao norte do país!!

Então, vem com a gente de carona pelo Peru via Acre, e de quebra, aproveite para saber algumas dicas do que visitar em sua passagem pela capital acreana, Rio Branco.

Informações necessárias para sua ida ao Peru

RG ou Passaporte: Esteja com sua documentação pessoal em dia, que é basicamente seu RG,  com no máximo com 10 anos de emissão (afinal, eles precisam ver que é você mesmo naquela foto! Se estiver com o passaporte, melhor ainda!).

Certificado de Vacinação Internacional – CIV: Para o Peru, a ANVISA recomenda a vacina. Não chega a ser exigência como indica o site da Agência. Mas para a fronteira aqui pelo Acre há relatos que os agentes solicitaram sim a CIV, assim como há pessoas que disseram que não foi solicitado. Neste caso, recomendamos ter sua CIV, ainda mais se o Peru não for seu destino final. Pois por exemplo, na Bolívia, que faz fronteira com o Acre e com o Peru é exigido o certificado, por isso, tenha em mãos seu CIV, para comprovar sua imunidade contra a febre amarela, e assim, evitar perrengues desnecessários.

Em qualquer escritório da ANVISA do Brasil e em alguns aeroportos, você consegue emitir o seu certificado, é só levar a sua carteira de vacinação,  aquela  que você recebe quando vai ao posto de saúde, lá estão indicados o dia da vacina, o lote e a validade da mesma. Nos últimos anos, a vacina da febre amarela tem validade infinita 🙂

Manutenção e documentação do veículo, caso opte ir de carro: A regra básica de quem pega a estrada é estar com o carro devidamente regulado e pronto para a aventura. Isso inclui a regularidade mecânica do veículo e sua documentação, tanto do carro quanto do motorista. Importante lembrar que o proprietário do veículo (aquele em que os documentos do carro estão registrados) deve estar entre os viajantes, pois na imigração peruana, além das pessoas, o carro também passa por um registro de entrada no Peru e a pessoa deve estar lá para o registro. Já vi veículos barrados e impedidos de seguir viagem por essas questões de documentação.

Há ainda a exigência de um seguro obrigatório para o veículo, chama-se SOAT – Seguro Obrigatório contra Acidentes de Trânsito.  O SOAT cobre despesas com danos corporais e morte ao motorista, passageiros e pedestres,  causados por um acidente de trânsito. Está incluso ainda, despesas médicas, serviços de ambulância e indenizações ao motorista, passageiros do veículo e a terceiros afetados por qualquer lesão física, invalidez permanente ou morte por consequência de um acidente de trânsito. Para mais informações clique aqui.

Horário da imigração [atualização de set/2018]: no lado brasileiro, o posto da Polícia Federal fica aberto das 24 horas. No lado peruano também, 24h. E o horário do Acre é o mesmo do Peru (-2h em relação ao horário oficial de Brasília). Com este novo horário de funcionamento para o registro de entrada/saídas dos países, o caroneiro poderá melhorar a sua dinâmica e planejamento desta travessia.

Dados os avisos iniciais, vamos lá conhecer as muitas formas de fazer esta travessia!

Referência dos preços e informações neste post: Abril/2018. Portanto, mudanças na legislação podem alterar os trâmites de imigração e as variações de mercado, podem alterar os valores indicados nas simulações de preços dos transportes.

Saída de Rio Branco/Ac até o Peru.

1) De carro próprio:

Se você tem seu veículo próprio, pronto para cair na estrada, essa é uma das opções mais utilizadas pelos acreanos! Em geral, são organizados grupos de amigos para ter mais de um carro, e assim, darem o apoio quando necessário. A cidade mais procurada é Cusco e são cerca de 1.000 km de Rio Branco à Cusco, levando 2 dias de viagem de carro, dormindo a 1ª noite em Mazuco, já no Peru, caso saia bem cedo de Rio Branco. O segundo dia é o trajeto de Serra até Cusco.

A estrada utilizada, saindo de Rio Branco é a BR 317 até Assis Brasil, conhecida como estrada do Pacífico, ou ainda, Estrada Intereoceânica.

Estrada do Pacífico – BR 317

Brasileiros de outros estados já fizeram esse trajeto também, inclusive os viajantes de Kombi. Já teve carros 1.0 e também mais potentes fazendo este trajeto, então caroneiros, fiquem tranquilos e coloquem seus possantes na pista, caso seja seu estilo de viagem!

Os custos a serem estimados é com base no consumo do seu veículo, e ainda, os custos com a hospedagem e alimentação na estrada. A gasolina no Acre é uma das mais caras do Brasil, média de R$ 4,77 o litro. Se vai sair daqui, faça os cálculos aí, simbora!

2) De carro próprio + avião pela cia aérea peruana Star Peru:

Se você tem receio de andar longos trajetos de carro, ou mesmo, não tem muitos dias para o deslocamento até a cidade que você deseja no Peru, ao sair de Rio Branco você pode ir de carro próprio até a cidade peruana de Puerto Maldonado (que fica cerca de 500 km de distância), e depois pegar o voo pela companhia aérea peruana Star Peru.

Por questão de segurança, é válido pegar o voo para a cidade que você escolheu no dia seguinte, isso porque os voos da Star Peru saem uma vez ao dia, por volta das 13h, horário do Peru que é o mesmo do Acre (-2h em relação ao horário de Brasília).

Você pode negociar com o hotel em que  se hospedou em Puerto Maldonado, para que seu carro fique na garagem. Muitos hotéis em Puerto Maldonado já estão acostumados com essa logística, e a diária da garagem não é cara, valores de 10,00 a 15,00 soles. A regra de ouro é negociar!

Outras cias aéreas além da Star Peru, que operam no aeroporto de Puerto Maldonado são: LATAM, Avianca e Iberia.

Novidades! Para nós brasileiros que vamos fazer esse trajeto interno pelo Peru,  a Star Peru até dezembro/2017 era a única cia aérea que praticava preços mais vantajosos para nós, e menos vantajosos para quem é peruano.Porém, a LATAM resolveu modificar suas tarifas, e desde dezembro não faz diferenciação dos preços promocionais entre peruanos  e estrangeiros. Há voos promocionais de US$ 30,00 o trecho! É só uma questão de pesquisa quando estiver fazendo o seu planejamento da viagem e comparar os preços entre Star Peru e LATAM.

Atenção! A empresa Avianca ainda não modificou esta política, então fique atento quando da pesquisa dos valores de sua passagem para não correr o risco de ter que pagar a diferença na hora do checkin!

Então, nessa opção, você levaria ainda 2 dias para chegar à Cidade que escolheu. Pela Star Peru, saindo de Puerto Maldonado só há 2 opções de destino: Cusco ou Lima. Das opções que já fui ao Peru, já utilizei esta forma, carro próprio até Puerto, e no dia seguinte, voo para Cusco. O voo dura 35 minutos e os preços ida e volta com taxas fica em média US$ 120,00 dólares.

  • Custo desse trajeto (só o aéreo ida e volta + taxas) Puerto Maldonado até Cusco pela Star Peru:  US$ 120,00 = R$  411,60 (com o dólar atual de R$ 3,43)
Aerovane Star Peru – Imagens by www.starperu.com

Em Abril/2018 o site da LATAM está com excelentes preços promocionais para viagens em diversas datas para os trechos internos no Peru! Quem tiver chances de aproveitar, essa é a hora!

  • Custo desse trajeto (só o aéreo ida e volta + taxas) Puerto Maldonado até Cusco pela LATAM:  US$ 60,00 = R$  205,80 (com o dólar atual de R$ 3,43)

3) De ônibus “direto” (linha que inicia no Rio de Janeiro):

A empresa que opera essa linha é a  Ormeño S.A. E desde 2017 ela começou a operar saindo do Rio de Janeiro, sendo as paradas em São Paulo, Cuiabá, Porto Velho e então, chega à cidade de Rio Branco/Ac.

Portanto, uma das opções, se você já estiver em Rio Branco, é comprar seu bilhete no guichê da empresa na Rodoviária Internacional de Rio Branco até as cidades do Peru que deseja. A primeira parada no lado peruano é a cidade de Puerto Maldonado. Mas do Acre,  você  pode comprar seu bilhete até Lima. O mais comum, dos viajantes que pegam esse bus em Rio Branco, é irem até Cusco, que leva cerca de 22 a 24h de trajeto.

As paradas obrigatórias do ônibus são nas imigrações, no lado brasileiro, no posto da Polícia Federal em Assis Brasil e no lado peruano, no Posto Policial em Iñapari.

PS.: Infelizmente, o lado brasileiro da estrada não é tão bom quanto o lado peruano, então o tempo de viagem é  influenciado pelas condições da pista. E do lado peruano, na região da serra, a velocidade do bus também é mais devagar, devido a segurança necessária para completar o trajeto.

  • Preços (dez/2017) – o trecho:
  • Rio Branco – Puerto Maldonado: R$ 182,50
  • Rio Branco – Cusco: R$ 282,50
  • Rio Branco – Lima: R$ 382,50
  • Horário de saída: todos os sábados, a partir das 6h da manhã (atrasos são frequentes, afinal, o bus vem de um trajeto longo, e imprevistos e atrasos acontecem no caminho até Rio Branco).
  • Contatos da empresa Ormeño S.A. no Acre: (68) 99906-6522 / 99972-8823 / 99978-2783 / 99234-2837
  • Custo desse trajeto (ida e volta) Rio Branco até Cusco: média de R$  565,00 
Ônibus da Ormeño S.A. – Imagens by www.grupo-ormeno.com.pe.

4) De ônibus intermunicipal  até Assis Brasil + van-lotação até Puerto Maldonado + ônibus ou avião:

4.1 Ônibus até Assis Brasil: Saindo de Rio Branco às 6h da manhã, o trecho intermunicipal segue até o município da fronteira com o Peru, que é Assis Brasil. Este ônibus chega em Assis Brasil por volta das 14h e retorna às 15h, chegando em Rio Branco às 23h.

O tempo de percurso se torna moroso, porque o sistema é de “pinga-pinga”, o motorista vai parando ao longo da estrada, na entrada de ramais (estrada de terra).

O valor da passagem está em média R$ 65,00 o trecho, e a empresa de transporte terrestre é a PetroAcre.

4.2 da Rodoviária de Assis Brasil até a imigração: Para continuar seu caminho até o Peru, já em Assis Brasil, você poderá ver na rodoviária o serviço de moto-táxi, táxi ou tuk-tuk (que é um transporte comum no Peru, trata-se de uma moto adaptada para transportar pessoas). Pegue uma dessas opções e vá até o posto da imigração brasileira, faça o registro da saída e depois de mais 1,5 km, chegará a imigração peruana para o registro de entrada. Esse trajeto pode custar no máximo R$ 10,00, o que já é muito! Então negocie!

Tuk Tuk (moto táxi) peruano – Imagem by am-sur.com

NOVIDADE: Considerando que o posto da PF fica antes da entrada principal ao Município de Assis Brasil, o motorista do ônibus sempre faz uma parada no posto da PF para aqueles viajantes que seguirão viagem para o Peru, e depois segue para a praça principal de Assis Brasil e rodoviária do município. Neste caso, você economiza uma possível corrida da praça ou rodoviária de Assis até o Posto de PF. Bem provável ainda, que tenha vans peruanas já no posto da PF para que as pessoas que estão vindo de ônibus já possam embarcar e seguir viagem, e a van fará a parada no próximo posto da imigração, que será a do Peru em Iñapari 🙂

4.3 Van-lotação até Puerto Maldonado: Caso não haja as possibilidades indicadas acima, chegando na imigração do Peru, que já é a cidade peruana de Iñapari, você pegará uma van lotação, que custa de 25,00 a 30,00 soles. Aproveite para verificar o câmbio, as senhoras cambistas irão abordar você para a troca do dinheiro, elas ficam com jalecos e não tem problema em trocar o dinheiro com elas. Sugiro pesquisar o câmbio oficial do dia para verificar se não estará abusivo. O tempo do trajeto de Iñapari até Puerto Maldonado de van-lotação dura em média 4h a 5h.

4.4 de Puerto Maldonado até Cusco de ônibus: Há muitas opções de empresas peruanas que seguem para várias cidades a partir de Puerto Maldonado, e os preços irão variar conforme as opções de serviços oferecidos, tais como: reclinação das poltronas, refeições, wi-fi e etc.

Há preços de 35 a 100 soles. Aqui vemos o conceito do lema: Seu bolso é seu guia! Os horários também são para o dia todo, com saídas pela manhã, tarde e noite. A viagem dura em média 12h.

Quem quer curtir a paisagem, geramente opta por sair pela manhã. O viajante perceberá a mudança de geografia: que passará da floresta peruana para as montanhas com picos nevados.

Para o viajante que está economizando em diárias, sugiro pegar o ônibus da noite, que chegará pela manhã em Cusco. Vicê também optar pela noite, talvez consiga viajar ainda no mesmo dia que chegou! Ao sair no ônibus da manhã de Rio Branco dá para tentar pegar a última saída do ônibus em Puerto.

  • Custo desse trajeto (ida e volta) de Rio Branco até Cusco (ônibus intermunicipal+van-lotação+ônibus peruano): média de R$  330,00 (se o soles estiver igual ao real, e considerando o trecho de Puerto à Cusco de 60,00 soles)

4.5 de Puerto Maldonado até Cusco de avião: Aqui temos a mescla das opções acima. Você  pode escolher ir até Puerto Maldonado de ônibus e depois pegar o voo até Cusco.

  • Custo desse trajeto de Rio Branco até Cusco (ônibus + avião ida e volta): média de R$ 620,00 (se o soles estiver igual ao real e usando a cotação do dólar acima)

5) De táxi-lotação + van-lotação + ônibus ou avião até Cusco:

É possível também sair de táxi desde Rio Branco, são os táxis lotação, é muito comum saídas diárias de táxis para vários municípios do Acre. O ponto dos taxistas é também na rodoviária de Rio Branco, essa opção é a mais usada também pela maioria dos acreanos que se deslocam para o interior, pois considerando a relação custo/benefício, completam os trajetos mais rápidos que os ônibus, uma vez que não há muitas parada ao longo do caminho.

5.1 Táxi-lotação de Rio Branco à Brasiléia: os táxis lotação são veículos que levam de 4 a 6 passageiros, e eles só saem quando preenchem todas as vagas. Saindo de Rio Branco, não existe táxi lotação direto até Assis Brasil, a não ser que você esteja em grupo e possa negociar com o taxista para fechar a lotação de seu grupo até Assis Brasil. O valor do trajeto por pessoa até Brasiléia é R$ 50,00. Ida e volta R$ 100,00.

5.2 Táxi-lotação de Brasiléia à Assis Brasil/Fronteira Iñapari: o táxi lotação deixará você no próximo ponto de táxi que faz o trajeto de Brasiléia até Assis Brasil. Daí, terá que esperar a lotação completar os passageiros e seguir até a fronteira do posto de imigração no Brasil, e depois até a imigração peruana em Iñapari. Este trajeto custa R$ 40,00. Ida e volta R$ 80,00.

5.3 Van-lotação Iñapari até Puerto Maldonado: este trajeto já foi informado no item 4.3

5.4 Ônibus ou avião até Puerto Maldonado: este trajeto também já foi informado nos itens 4.4 e 4.5

  • Custo desse trajeto de Rio Branco até Cusco (táxi-lotação + van-lotação + ônibus ida e volta): média de R$ 360,00 (se o soles estiver igual ao real, e considerando o trecho de Puerto à Cusco de 60,00 soles)
  • Custo desse trajeto de Rio Branco até Cusco (táxi-lotação + van-lotação + avião ida e volta): média de R$ 591,60 (se o soles estiver igual ao real, e considerando o dólar atual de R$ 3,43)

Meus caroneiros, viram quantas opções vocês podem escolher?! E tudo vai depender de sua realidade, considerando sua disponibilidade de tempo e grana!

Já temos muitos viajantes que fizeram do Acre sua rota alternativa de chegar até o Peru e Bolívia! A cada ano, o fluxo de visitantes no Acre aumenta e esse crescimento é graças a abertura da estrada do Pacífico, que aproximou mais ainda o Brasil do Peru, como indica essa matéria do jornal local.

Até o próximo post galera!

Thalita Figueiredo

Acreana, funcionária pública, professora, viciada em viagens, e agora, de carona pelo mundo :)