Paris: O que fazer? Roteiro para 2 dias

Quem nunca sonhou em viajar para Paris, não é mesmo? É um dos destinos mais procurados quando se decide fazer um tour pela Europa, Paris é a capital da França, habitada por 2,3 milhões de pessoas, isso sem contar com a zona metropolitana.

Pra quem foi sabe que existem milhares de coisas para fazer, então quanto tempo ficar? O ideal seria ficar no mínimo uns 4 dias para poder ver todos os pontos turísticos e também curtir, mas em 2 dias dá para conhecer bastante coisa, assim como segue esse roteiro e as dicas desse lugarzinho cheio de amor.

A hospedagem escolhida foi Ibis Budget Paris Porte De Montmartre – É bom sempre optar por hotel perto das estações, o que permite mobilidade, o preço está em torno de 49€ a diária um quarto para duas pessoas.

Esta acomodação fica um pouco longe do centro, mais é possível chegar andando até lá, o hotel é confortável e limpo, no hall conta também com maquinas de refrigerante e comida congelada, e tem micro-ondas que é bem legal, sabendo que na Europa encontra-se bastante comida congelada.

1º dia

Roteiro:

  • Arco do Triunfo
  • Jardins das Tulherias
  • Torre Eiffel
  • Parc Monceau
  • Rio Sena
  • Parc du Champ de Mars

Quem quer fazer esse roteiro, tem que acordar bem cedo para aproveitar o dia, tem bastante coisa no roteiro. Tem bastante ”padarias” pelo caminho, um pão de batata com frango (é um delicia) com o suco de uva, sai nada mais do que 5€.

É sensacional andar pelas ruas observando cada detalhe, encontram-se nas ruas bastantes carros elétricos. Ao caminho do Arco do Triunfo, se passa pelo Parc Monceau, um parque pequeno perto dos outros que existem em Paris, mas muito bonito, parece aqueles de filme, tem um carrossel e barraquinhas onde vende comida e brinquedos.

O Arco do Triunfo fica no marco zero de Paris, a rua da onde sai todos os outros lugares, a  famosa Champs Élysées, como Louis Vuitton, é gigante demais a rua, cheia de lojas, se quiser conhecer o interior das lojas, chegue cedo pois tem uma fila para entrar, e os preços não são tão baratos não como pensamos, a diferença é mínima.

Chegando perto do Arco do Triunfo tem muitas bancas de souvenirs, mas uma dica para comprar souvenirs é melhor segurar a vontade pois perto da Torre encontra bem mais barato, principalmente os chaveirinhos da torre, a famosa lembrancinha de Paris que todo mundo quer ganhar.

Para tirar foto é complicado, pois sempre tem uma fila, o legal é que todos respeitam a sua vez,  e até ajudam a bater a foto e é bom sempre chegar o mais cedo possível em qualquer dos pontos turísticos.

É possível subir no Arco do Triunfo, porém para chegar até lá é preciso encontrar alguma passagem subterrânea, pois para atravessar é bem perigoso. Para subir é simples é só pagar a entrada, e subir seus 286 degraus. O preço varia, para cidadãos entre 18 até 25 anos, são 7 € e para adultos o preço vai para 9 €. Aqueles que possuem passaporte europeu ou Paris Pass e Paris Museum Pass tem entrada gratuita.

Os principais pontos turísticos não são tão perto assim.. Mas é gostoso andar e conhecer as ruas e observar a arquitetura e a cultura. Até chegar a tão esperada Torre Eiffel, passamos pelo Jardins das Tulherias, é bem aconchegante e na época de outono fica todo colorido.

Há várias formas de chegar até a torre, costuma ser bastante cheio, porém ao redor tranquilamente você encontra lugares para sentar e contemplar esse sonho, cheguei pelo Rio Sena e já me apaixonei, é uma rua super movimentada, porém tem uma visão da Torre incrível.

Quando você passar por de baixo da Torre Eiffel, chega a um jardim que fica de frente pra Torre, em um de seus 4 lados, muita gente utiliza o espaço para piqueniques, ler livros, como se fosse uma área de descanso com uma visão sensacional.

E bem perto deste lugar que tem bastante comerciante ambulante vendendo os chaveiros da Torre Eiffel, normalmente vende 10 unidades por 1 €, sério é isso mesmo, muito barato, e você pode comprar de monte, eles também vendem perto da torre uns lenços maravilhosos, custa em torno de 10 €

Em um dos quatros cantos da Torre perto do Jardins das Tulherias tem um crepe maravilhoso de chocolate, custa apenas 5 € e é enorme, vale a pena comer.

Antes de voltar para o hotel passei no Carrefour, que ficava no caminho, e é muitíssimo barato inclusive doce, potes de geleia, e chocolates, já as frutas são bem caras, como em toda a Europa, como economizava na hora de comer, comprei congelado, pois no hotel tinha micro-ondas. Claro que comprei muito chocolate e tudo deu em torno de 35 €.

2º dia

Roteiro:

  • Museu do Louvre
  • Jardim do Luxemburgo
  • Ponte de Art
  • Château de Versailles
  • Subida na Torre Eiffel.

O ideal é separar um dia só para o Museu do Louvre e outro só para o Château de Versailles, porque se não, você não vai conseguir ver tudo, no caso de ficar 2 dias é bom ter um ótimo planejamento para conseguir fazer tudo.

Cheguei 8:30 no Louvre, ele abre as no 9h e já estava lotado, fiquei uma hora fila, você passar por uma revista antes de entrar, e se caso não comprou seu ingresso antes tem que pegar outra fila lá dentro para comprar seus passes. Quem possui passaporte Europeu, ou Paris Pass e Paris Museum Pass tem entrada livre, mas o preço normalmente é 15 €.

São várias as entradas, mas as principais estão localizadas em:

  • Pirâmide do pátio central
  • Carrousel du Louvre
  • Rue de Rivoli

Você pode escolher qualquer uma delas.

O Museu possui 5 andares:

  • Subsolo (Hall)
  • Mezanino
  • Térreo
  • Primeiro andar
  • Segundo andar

Para aproveitar ao máximo seu tempo já tenha em mente quais das três alas do Louvre você tem mais interesse em conhecer: a Ala Richelieu, a Ala Denon e a Ala Sully.

Saindo do Louvre fui até a ponte mais famosa de Paris, a Pont de Arts (Ponte dos Cadeados), até 2015 suas laterais estavam cheias de cadeados, que segundo a tradição simboliza o amor eterno dos casais, para aqueles que deixam o cadeado com suas inicias. Porém por motivos de segurança, eles foram retirados. Mas a tradição não acabou e os cadeados foram migrados para a Pont Neuf. Porém em seus postes de luz ainda é possível encontrar alguns cadeados.

Indo para o Jardim do Luxemburgo, passei por uma lojinha de macaron o doce da rainha, se você for para Paris tem que comer, e é super baratinho e você pode escolher vários sabores e cada um sai por 2,80 €

Enfim o tão esperado Jardim do Luxemburgo, como estava com pouco tempo, dei uma volta para conhecer e tentar encontrar algumas das 106 esculturas espalhadas pelo Jardim, já que sou apaixonada por museus, mas fora isso o jardim também conta com diversas atividades, como mesas de xadrez, espaço de jogos para as crianças de até 12 anos, carrossel com cavalinhos de madeira, e tem um lago enorme com barquinhos e em volta, varias cadeiras para tomar um sol e observar a paisagem incrível que ele nos proporciona.

No interior do Jardim também é possível encontrar restaurantes rústicos, onde oferecem pratos mais simples, para não precisar se deslocar caso bata a fome hahah

O Château de Versailles, é bem longe então saia com tempo para conseguir conhecer um pouco, digo um pouco porque é muitooo grande e os horários são bem rigorosos.

Horários

De 1º de Abril até 31 de Outubro, de terça a domingo o palácio é das 09h até 18h e o Jardim é todos os dias das 08h até as 20h

De 1º de Novembro até 31 de Março, o palácio funciona das 09h até 17:30 e o Jardim todos os dias das 08h até 18h

Preços

O preço para adultos é de 18 €, cidadãos UE ou que possuem passaporte Europeu paga 13 €, menores de 18 anos e quem possui Paris Pass e Paris Museum tem entrada gratuita.

OBS: Entre novembro e março no primeiro domingo do mês a entrada é gratuita.

E por fim na última noite em Paris, depois de andar o dia todo conhecendo um pouquinho dessa cidade cheia de charme, eu subi na Torre, e vi o pôr do Sol lá de cima, foi uma experiência inesquecível, eu recomendo muito.

Para subir é bem tranquilo, pois fica bem na entrada, você pega um pouco de fila mais nada muito cansativo, são 11 € para adultos, 8,50 € se você tem entre 12 e 24 anos, ou 4 € para visitantes de 4 até 11 anos. E é possível também marca hora para subir até o segundo andar que são 115 metros de altura.

Aproveitei bastante os meus dois dias em Paris, uma dica muito valiosa para todas suas viagens, tire foto sim em cada lugar que desejou tanto conhecer, porém também curta apenas observar  e sentir o clima do lugar, se não acaba virando somente lembranças através do click.

Thaysa Rodriguez

Apaixonada por viagens e pelas experiências que cada lugarzinho desse mundo pode nos proporcionar, canceriana de 1,50 de muita intensidade