Falando de vinhos: Serra Gaúcha

A Serra Gaúcha é um espetáculo de belezas naturais, que rodeiam as construções de  arquitetura europeia, conservadas impecavelmente, por mais antigas que sejam. Berço de tradições únicas, com traços marcantes da cultura dos imigrantes italianos e alemães. Terra de sabores intensos e aromas provocantes.

Todas essas características podem ser encontradas em uma garrafa de vinho, produzida na região. Quem dera eu poder apreciar todas as uvas, em todas as vinícolas! Pois toda vinícola tem uma história diferente, tem especialidade diversas e um outro sentimento te esperando. Por isso, se liga nessas dicas, para não deixar de conhecer as principais vinícolas da serra gaúcha.

Vinícola Salton

Vinícola Salton (Foto: Roger Roan Packer)

Localizada em Bento Gonçalves, a Vinícola Salton é uma das mais modernas e imponentes da região. Oferece três tipos de tours, o convencional e outros dois especiais. Informação detalhada em https://www.salton.com.br/roteiros.

A pintura no teto retrata os trabalhadores no início da vinícola (Foto: Roger Roan Packer)

 

(Foto: Roger Roan Packer)

Vinícola Aurora

Fontana Di Baco (Foto: Roger Roan Packer)

Uma das mais tradicionais vinícolas do Brasil, a Cooperativa Aurora foi fundada por dezesseis famílias em 1931, e é uma das paradas obrigatórias! Seus vinhos são reconhecidos internacionalmente pela qualidade. A Aurora também é de Bento Gonçalves.

Horários de visitação: Segunda a sábado: 8h15min ás 17h15min

Domingo: 8h15min às 17h15min

(Foto: Roger Roan Packer)

Vinícola Miolo

(Foto: Roger Roan Packer)

Uma das maiores do Vale dos Vinhedos, a Miolo é a combinação perfeita de tradição e modernidade. Com um dos passeios mais ricos e completos da região. Você não pode deixar de fazer o tour tradicional de uma hora, que diferente da maioria das outras vinícolas, é guiado por um enólogo ou um sommelier. Você conhece a propriedade, aprende sobre a história da empresa e degusta vinhos excepcionais.

Escola do Vinho

A Miolo ainda oferece dois cursos para os amantes da vinicultura: um minicurso de degustação, que tem duração de duas horas e um super curso intitulado “Experiencia Terroirs do Brasil”, que proporciona uma imersão completa no mundo do vinho.

Mais infirmações: http://www.miolo.com.br/

Peterlongo

(Foto: Roger Roan Packer)

A primeira e única Champagne brasileira. Sim, o Brasil também produz champagne! Mas você sabe o que diferencia a champagne do espumante?

Champagne é uma região no nordeste da França, onde se produz espumantes a base das uvas chardonnay e pinot noir, através do método champenoise, inventado na própria região.

Nos anos 60 a região francesa começa um movimento para proibir o uso do termo “Champagne” nos espumantes produzidos em outros países. Hoje a bebida só pode levar o nome da região se for produzida com as uvas da própria região. Porém, na época, o STF brasileiro autorizou quatro vinícolas a utilizarem o  termo “Champagne” em território brasileiro, pois utilizavam o mesmo método. Uma delas a Peterlongo, que é a única existente até hoje. Apesar de somente a Peterlongo ter permissão de uso do termo “Champagne”, outras vinícolas como a Salton e a Miolo utilizam o método champenoise em alguns espumantes, porém não podem comercializar com o termo.

A fama da vinícola de Garibaldi chegou até a Rainha Elizabeth, que em uma visita ao Brasil em 1968, provou da champagne brasileira. Hoje há duas variações: o Elegance Brut e o Elegance Nature. A venda da linha Elegance é feita exclusivamente na vinícola, com a restrição de uma garrafa de cada por pessoa. O tour de visitação é de um aprendizado fantástico e a história da vinícola vai te impressionar.

Cave subterrânea, foi construída com túneis de ventilação que geravam uma refrigeração natural (Foto: Roger Roan Packer)

Outras Dicas

É claro que é muitas outras vinícolas, desde familiares a gigantes industriais. Separei essas quatro por serem indispensáveis, pela beleza, história, importância. As vinícolas citadas estão situadas relativamente próximas e há outras entre elas.

Minha dica é que você tire um dia para visitar a cidade de Bento Gonçalves e suas atrações, além das vinícolas. Em outro dia você pode visitar as cidades de Garibaldi e Farroupilha.

As duas vezes que estive na Serra Gaúcha me hospedei em Carlos Barbosa, que é vizinha á Garibaldi. Tem ótimas opções de restaurantes e é uma cidade adorável. Na cidade está localizada a sede e showroom da empresa Tramontina.

Compartilhe conosco suas viagens através da #decaronapelomundo

Mais informações sobre a região entre em contato.

 

 

 

 

Roger Roan Packer

Catarinense, 21 anos, lone wolf e aprendiz de viajante. Mais um louco que está largando tudo para viajar por esse mundão maravilhoso. Tudo que conta uma história me fascina. Um livro, uma pessoa, um lugar, uma música, uma ruína, um povo. Instagram: @rrpacker