Estado Civil: Solteira, viajando e feliz

Não entendo, porque a sociedade tem essa “necessidade” e a maldita mania de rotular tudo a nossa volta?

Para você tia que ama perguntar nas festas de fim de ano se já arrumei um namorado, fique sabendo que não.

Não estou desesperada procurando um parceiro e muito menos infeliz, estou focada viajando para a vida não fugir de mim.

A minha preocupação no momento é preencher todas as paginas do meu passaporte e colecionar momentos para minha vida inteira.

Quem sabe o grande amor da minha vida não esta em algum canto do mundo?

Aprendi a não me importar com a opinião dos outros, foi difícil chegar ao equilíbrio e conseguir aproveitar cada segundo sem ficar me preocupando tanto.

Nessa sociedade louca e insana somos cobrados o tempo todo, é preciso casar, ter filhos, ser bem-sucedida financeiramente… Acabamos trocando prioridades e não vivendo de forma plena.

Viva o momento, o agora, pois o resto é nostalgia e ansiedade, não importa se é o momento mais bobo e simples, aproveite, a vida é uma só e não espera.

Você não precisa esperar por ninguém para realizar seus sonhos eles são seus e pode sim pegar uma mala e viajar o mundo ao invés de esperar por alguém para fazer isso não seja boba ao ponto de achar que para estar bem precisa de alguém ao seu lado.

A melhor coisa é você se conhecer, ser inteira e se pertencer, assim nunca dará chance de deixar que alguém mude quem você é.

Um único conselho, se te faz feliz já vale muito a pena seja o que for.

Desde que estabeleci minhas prioridades e me coloquei em primeiro lugar (não é ser egoísta é amor próprio) tudo ficou mais fácil, pelo menos uma vez por ano vou a um lugar que não conhecia, me permito sair e me divertir com meus amigos, mas também amo ficar em casa na minha própria companhia assistindo filmes, séries, lendo livros e me sinto muito bem assim.

Não é que sou anti-romântica, só acredito que o momento certo e a pessoa certa ainda não apareceu, mas sou completa sozinha e quando aparecer espero que me transborde. Não é sobre ter ou não alguém é sobre estar feliz com o ou sem ninguém.

Pare de sofre e de se cobrar tanto, faça o que tem vontade é muita tensão no nosso dia-a-dia, coloque prioridades e acima de tudo o seu bem-estar e em primeiro lugar.

Ah, você que se preocupa tanto em rótulos…

Sim, estou solteira, viajando e muito feliz assim. Obrigada !

 

 

 

 

Ana Paula Gomes

Sanjoanense, virginiana, solteira, 24 anos, contadora, apaixonada em viagens, comida japonesa, festas, musicas, filmes e vivendo em busca por conhecer novos lugares.