Turismo

#3 Quero viajar e agora? Destino, clima e segurança.

Quero viajar, E AGORA??? Vamos descobrir as informações básicas que precisamos saber sobre o seu destino antes de fechar as passagens aéreas!

Esse post é para quem nunca viajou ou planejou uma viagem sozinho. Vou ensinar tudinho, como aprendi a fazer buscas e levantar o máximo de informações possíveis! E tudo por conta.

À você que pretende viajar sem uma companhia turística com pacotes montados e quer definir seu próprio roteiro, aqui vai o meu guia completo de viagem com cada passo a ser seguido!

(Nunca vi um guia que ensinasse a viajar pela internet e por isso, resolvi fazer um, baseado em minhas próprias experiências. Desde que comecei, já foram 23 países! Então chegou a sua hora também!).

Vem  comigo! Que eu vou explicar e exemplificar com casos reais que me aconteceram !

Você vai precisar tickar todos os itens dessa listinha:

CHECK LIST:

1) Destino: para onde quero viajar?

2) Clima : estação do ano e situações adversas

3) Segurança : é seguro? O que saber antes de ir.

4) Dinheiro: 

  • Cotar hotéis
  • Converter a moeda
  • Ver gastos com alimentação
  • Pesquisar preços de transporte.
  • Verificar os valores dos passeios principais.

1) Destino: PARA ONDE QUERO IR VIAJAR?

Essa é a primeira coisa a saber! Parece simples mas nem sempre é. Existem duas situações: quero ir a um país específico (já tenho o destino em mente e é para lá que eu vou) ou quero ir viajar para um lugar legal (são coisas diferentes, acredite!).

Para viajar a um lugar específico, sua paciência será bem exercitada enquanto busca a passagem perfeita. Isso significa que nem sempre serão pagos os melhores preços e implica dias de pesquisas em frente ao computador. Não adianta, você não vai conseguir tudo em um dia! Ou então, aceita e paga o preço por isso! Vai de cada bolso.

Mirante do Convento Las Popas. Cartagena, Colômbia.

Para um lugar legal, significa ficar à espera de uma boa oportunidade! É quando se recebe um aviso de passagem promocional (seja por email, publi ou app) ou  quando se rastreia uma passagem  com aquele precinho e não se perde tempo! Você pensa consigo mesmo: “para esse lugar eu iria!”  (mesmo sem nunca te ter passado pela cabeça) e o próximo passo já é você fazendo a compra! Tudo isso de forma muito rápida, até porque as tarifas esgotam em um piscar de olhos!

Confesso que eu sou MUITO mais a segunda opção, costumo dizer que “as passagens escolhem o meu destino e não o contrário”.  Eu realmente não gosto de gastar com bilhetes aéreos, o que eu gosto é de viajar.

Mas, independente do destino, existem 3 informações básicas a serem exploradas antes de se fechar definitivamente a sua passagem. Você vai precisar pesquisar sobre o CLIMA, SEGURANÇA E GASTOS.

2) SOBRE O CLIMA

Alguns países ou regiões não têm grandes problemas climáticos, a não ser as diferenças de estações, então fica super tranquilo planejar uma viagem para esses lugares: é só descobrir se é calor ou frio e se chove! Pronto! Aí, é preparar as malas, montar os looks (ou não!), adicionar os apetrechos e, no máximo, ter a preocupação de adicionar uma capa de chuva à sua bagagem, um sungão ou casaco de frio!

Mas, infelizmente, nem todos os lugares são assim, os fenômenos climáticos podem realmente ser o vilão da sua viagem. Digo isso porque na Ásia têm as monções sazonais  (chuvas torrenciais) e na Europa têm estações em que os dias escurecem mais cedo, e isso para quem quer visitar paisagens, por exemplo, pode encurtar o tempo útil dos  passeios. Em Cuba, alguns estados dos EUA e, na região próxima à linha do Equador têm aqueles meses em que há alerta de furacões e tufões.

Mas não precisamos ir muito longe, há situações mais simples: como planejar surfar e nos meses da trip o mar estar uma piscina,  não gostar de frio e ir em época de neve para o lugar  ou tentar pegar uma praia no inverno.

Farellones – Cordilheira do Andes, Chile. Escolhi setembro porque geralmente nesse mês ainda tem neve nas montanhas! E, ainda nevou (isso é raro de acontecer nesse período)!

Então nada como uma pesquisadinha básica no google sobre temperaturas e precipitações. Alguns países têm sites próprios que informam o histórico clima/tempo. Mas, sinceramente, eu digito “clima em tal lugar em tal mês”,  leio os relatos dos últimos anos e está lindo! Não sou extremamente metódica com isso, confesso! Mas o clima têm muitas variações e nada é uma certeza. Não é a toa que sempre colocamos em cheque a mocinha da previsão do tempo nos telejornais, certo?

Já, quanto as informações positivas e negativas sobre ” fenômenos climáticos”, não tem milagre! Você vai descobrir pesquisando! A boa noticia é que existem milhares de blogs e sites que passam essas dicas , como esse aqui, por exemplo!

3) SOBRE A SEGURANÇA

A segurança para mim é pré requisito ao escolher o destino de  qualquer viagem. A experiência de poder caminhar tranquilamente pelas ruas e ir tirando fotos, sentar em um banco de praça para tomar sorvete ou perder-se pelos mercadinhos locais sem ter medo, é impagável. É uma sensação de liberdade completamente diferente! Vai por mim!

Pense nos benefícios de não precisar ficar cuidando de sua mochila, passaporte e ainda, poder andar com seus equipamentos eletrônicos sem a preocupação constante e quase neurótica de ser roubado! O desconforto de sentir medo o tempo todo pode ser o principal responsável por estragar a sua tão planejada trip.

Ainda que você seja aventureiro ou esteja com a real intenção de ir a esses lugares, independente da segurança, é muito importante saber o contexto em que você irá se meter! Não dá para prever situações adversas mas, com certeza, você consegue prevenir-se.

Nem toda L.A é como Beverly Hills. Foi lá que eu errei na escolha da minha localização de hospedagem e passei um dos maiores medos em viagem. Fui quase roubada, porque eu ” dei o dinheiro” para o cara. Porque senão, ele tiraria de mim.

Tome cuidado com a sua segurança pessoal caso vá visitar para um país considerado violento ou que esteja em conflito. Ou, ainda, caso venha a se hospedar em bairros ou regiões mais hostis.

Nesse sentido, É MUITO, MUITO IMPORTANTE saber sobre a cidade que você ira visitar e não somente o contexto geral do país. Muitas vezes o país pode ser considerado violento mas algumas cidades não. Ou a cidade é considerada segura mas têm bairros  ou regiões violentas.

Cidade Amuralhada, Cartagena. Esse lugar é considerado seguro  aos turistas, com bastante policiamento nas ruas. Já, fora das muralhas, a população vive em conflito civil.

É comum as cidades que recebem turísmo investirem na politica de proteção ao turista, então, a segurança de várias cidades são reforçadas e não condizem com a realidade do país. E isso é realmente incrível.

Como precaução nunca é demais, é sempre bom estar atualizado sobre aqueles golpes comuns “pega turista” já manjados de cada país e estão elencados na internet. Aconselho, antes de pegar as suas malas e ir viajar, ler a respeito também.

Ainda sobre a segurança, pode-se também pensar em assédio! Alguns países podem ter uma cultura um tanto quanto diferente da nossa. Não falo apenas ao assedio sexual, mas moral também. Por exemplo, além de ser possível encontrar vários olhares auspiciosos e safadinhos à sua pessoa (principalmente mulheres e sozinhas, alguns países têm a cultura muito diferente da nossa), você também pode ser assediado moralmente!

Sim, o turista pode ser explorado das mais diversas formas, como a cultura do medo (ter que pagar pedágio e propina em certas ocasiões) ou ainda ser assediado por vendedores e locais. Quem nunca presenciou pessoas tentando desesperadamente ganhar uns trocados à qualquer custo? Prepare-se, em algumas cidades você pode ser seguindo por diversas quadras ou ainda,  ter que pagar por um serviço que não contratou.

Vulcão El Totumo, Colômbia. Lá, tem pessoas que oferecem serviço de massagem. Mas, se você não quiser, eles fazem do mesmo jeito! Eu fui literalmente afofada lá dentro, coxas e bunda, por um “homem massagista”. E, depois ainda tive que pagar. Lembrando que eu era mulher e estava sozinha.

4) SOBRE OS GASTOS

Esse é o calo doído da maioria das pessoas  e tenho certeza que é o maior vilão, responsável por muitas, vezes não as deixar saírem de casa.

Então, antes de bater o martelo ao destino planejado, é bem interessante conseguir ter uma ideia de preços e assim presumir os gastos que você terá! Para isso, o que é necessário levar em consideração? A HOSPEDAGEM, O VALOR DA MOEDA, COMIDA , TRANSPORTE e PASSEIOS.

Sim! Não adianta fechar uma viagem mais longa que o seu dinheiro pode durar ou mais cara do que você pode pagar. Devido à quantidades de detalhes a atentar, fiz um post só para esse assunto! Confira a próxima publicação.

Leia também:

Quero viajar e agora? Rastreando passagens aéreas.

#1 Quero viajar e agora? Rastreando passagens aéreas

Quero viajar e agora? Outras maneiras de rastrear passagens.

https://dcpm.com.br/2-quero-viajar-e-agora-outras-maneiras-de-rastrear-passagens/

Quero viajar e agora? Planejando gastos.

https://dcpm.com.br/4-quero-viajar-e-agora-planejando-gastos/

Libriana, concursada e maluca por viagens! Ama sua mochila e não dispensa um carimbo no passaporte! Meta de vida é dar a volta ao mundo. Quer estar em cada pedacinho dele. Trintona, não pensa em casar e ter filhos. Só pensa em viajar! Gosta de gente e não dispensa uma boa festa. Cômica ,falante e muito direta! Quer incentivar as pessoas a tomarem coragem e meterem a cara nesse mundão! Afinal, a vida está lá fora! BORA! @aninha_rnct