Dicas

#1 Quero viajar e agora? Rastreando passagens aéreas

Como comprar passagens mais baratas? Bom, infelizmente, não existe uma “receita de bolo” para isso. Seria ótimo se em apenas uma hora de pesquisa conseguíssemos resolver nossa vida com os tais bilhetes aéreos. Mas, já que não temos uma fórmula pronta, aqui vão algumas dicas que podem, pelo menos, facilitar a vida de quem quer rastrear as passagens.

Uma DICA para a vida: não adianta buscar preços de passagens que não estão com as taxas incluídas! Isso é bem sério! As taxas mudam sensivelmente o valor final da compra. Alguns sites tentam atrair os clientes colocando as tarifas das passagens sem elas, Uma put*a sacanagem! Afinal, não temos a opção de não as pagar!

DICA: as tarifas ficam muito mais em conta quando compramos ida e volta, saindo e voltando do mesmo destino.  As passagens compradas por trecho separadamente geralmente ficam mais caras. Cotar passagem chegando por um destino e voltando para casa por outro, também! Exemplo: Saindo de Guarulhos – SP até Roma (IT) e voltando Madri (ES) até Guarulhos. Nesses casos, aconselho a cotar separadamente : só Guarulhos – Roma e depois só Madri – Guarulhos.

Para rastrear a passagem perfeita você terá que tickar os itens dessa listinha:

CHECK LIST:

1) ESCOLHER AS DATAS: dias da semana e tempo de antecedência.

2) COMPARAR PREÇOS: Usar ferramentas de busca de passagens aéreas.

3) ANALISAR AS PASSAGENS :Verificar a data e a duração de voo.

4) ESCOLHER AS FORMAS DE PAGAMENTO: à vista x parcelado.

Depois é só faturar! E, partiu planejar o roteiro!

1) ESCOLHENDO AS DATAS:

DICA: Geralmente encontro tarifas mais econômicas em partidas aos domingos ou em dias do meio da semana: terça ou quarta (são datas menos demandadas). Sextas e sábados costumam ser mais salgadas pela quantidade de pessoas querendo voar nessas datas.

Com quanto tempo de antecedência estou cotando as passagens? Existem vários boatos de que passagem internacional se compra cerca de 60 à 90 dias antes da viagem. Eu já fiz isso várias vezes e deu certo, inclusive comprando com pontos (datas flexíveis, brincando com os dias e buscando a tarifa mais baratinha). É nesse período que as empresas aéreas começam a investir na venda de passagens, nem com muita antecedência e nem perto da data de viagem.

Se você tem tempo e está planejando a viagem para daqui uns 5 ou 6 meses, prepare-se  para exercitar a sua paciência e cotar diariamente as datas desejadas. Assim, não há perigo de ter que pagar mais caro no bilhete, você está pesquisando! Pode ser que você venha a encontrar preços abaixo da média nesse meio tempo.

Se os valores subirem, não entre em pânico! Ainda há tempo e as passagens geralmente voltam aos valores medianos! Mesmo porque, na minha concepção, quanto mais distantes das datas de partida estão os vôos, menos atrativos os preços ficam. Não perca tempo se encontrar um bom preço abaixo da média de valores, esses não costumam voltar!

DICA: A verdade é que muitas cias aéreas torram as passagens quando está bem, mas bem perto da viagem (até 10 dias antes). Isso só ocorre se houver espaço no avião, aí se torna interessante completar esses assentos, não é mesmo? Mas só indico arriscar e esperar pelos melhores preços se você está planejando viajar sozinho, pode ser o último lugar!

 2) FERRAMENTAS DE BUSCA DE PASSAGENS – COMPARANDO PREÇOS:

SIM! Aqueles sites ou aplicativos que buscam as passagens aéreas em várias cias aéreas e elencam os preços para você!

Essas ferramentas são excelentes, economizam o seu tempo de entrar de site em site em busca da passagem perfeita! E acreditem, existem muuuito mais cias aéreas do que se possa imaginar! Deixe o aplicativo trabalhar por você (por enquanto).

Ao obter os resultados, você já tem uma ideia dos preços, seja persistente e cote em outros sites também. Por que, Ana? Existem diversos deles que auxiliam nas pesquisas: Skyscanner, Google Voos, Trip Advisor, Zupper, Momondo (esses são os que eu mais uso e nessa ordem!) e cada um tem suas características específicas de busca.

TORNE-SE INTIMO DESSAS FERRAMENTAS (com o uso diário, você realmente aprende a lidar com elas)!

BUSCANDO OS PREÇOS POR APLICATIVOS:

  • Escolho o site/app : coloco as datas específicas e vejo o preço

Nunca fiquei satisfeita com o preço que me apareceu logo de primeira, não fique também! Seja curioso! Para descobrir se o valor mostrado inicialmente é razoável, tente outras datas, em vários meses. Assim, dá para ter uma noção dos preços.

SKYSCANNER

Meu queridinho é o Skyscanner e não nego isso! Olha que lindo: lá você tem a opção de visualização do gráfico de preços ou dos valores das passagens do mês todo e eles têm diferenças para o uso!

aplicativo Skyscanner

Esses preços geralmente não são os reais mas são bem próximos. Cote na ferramenta o dia exato que você quer voar.  Fique atento: alterando a data de ida, a data de volta também muda de valor.

Exemplificando: Para sair dia 6 de janeiro e voltar dia 10 de janeiro a passagem de ida fica 100 reais e da volta também. Se você alterar a ida para 7/01 e quiser voltar dia 10/01, acredite, o valor do dia 10, neste caso, não será o mesmo.

O GRÁFICO faz essa ponderação e conforme você vai selecionando a data de ida, ele mostra o preço da volta.  A VISUALIZAÇÃO DO MÊS serve para você descobrir quais dias as passagens estão mais em conta.

ZUPPER

O Zupper dá opção de flexibilização de datas, assim, mostra os preços com 9 opções de dias subsequentes, elencando os preços de cada uma. Além disso, os voos geralmente são mais econômicos que nos demais sites, o que tem de diferença é a “loucura” para você alcançar o seu destino.

Você, com certeza, já ouviu falar sobre buscar rotas alternativas para chegar a um destino. Sempre tem aquela tia que diz ” Fulano (que mora no Nordeste) foi pra China mas fez uma escala no Uruguai antes! Ele pagou super barato na passagem”. É tipo: “Oi? Não faz sentido!”, e não faz mesmo, mas o Zupper geralmente encontra esses vôos! Esteja preparado para demorar 40 horas em viagem.

Isso é ruim? DEPENDE! Se você tiver poucos dias para viajar ou estiver focado apenas no destino, é ruim. EU ADORO! Porque geralmente esses vôos têm escala prolongada em outros lugares e eu aproveito para dar uma voltinha! Acabo ganhando mais de um país com uma passagem só e baratinha!

MOMONDO

O Momondo é outro site que busca passagens,  que às vezes encontra vôos que escaparam ao radar do Skyscanner. Vale a pena conferir! Nem sempre os preços são mais baratos mas você pode encontrar rotas alternativas.

Mas, se você vai viajar para países da América do Sul ou até mesmo pelo Brasil, não aconselho! Sério, ele não puxa a maioria das cias brasileiras  e, muitas vezes, nossas cias dão um show de preços!

  • Tendo uma ideia de preços mais em conta:

Depois que você  descobrir as médias de custos, dá para  ter noção se os valores mais baratos encontrados são realmente bons.

DICA: se encontrar um voo entre R$ 300 à R$ 500 abaixo da média para a América do Sul, pode mandar bala! Em voos para países mais distantes a história muda! Se você pretende ir a Ásia ou a África, por exemplo, o preço pode variar até R$ 1.000,00 ou ainda mais!

Eu acho um preço razoável para a Ásia entre R$ 3.000,00, por exemplo. Mas têm casos que por R$ 2400,00, você consegue encontrar! SIMM! Como eu disse, paciência é uma virtude!

O lado ruim das datas específicas, com dias marcados, é que você perde a sua mobilidade para “brincar com as datas” e  dificilmente esses dias tenham os melhores preços, vamos contar com a sorte!!!

3) ANALISANDO AS PASSAGENS ENCONTRADAS:

Vamos lá, você cotou a passagem! E agora? Exemplo: a maioria dos voos em média ficou entre R$ 3100,00. Se o preço que você cotou ficou entre esse valor, está ok, você não ganha e nem perde. Foi aquilo que eu disse: infelizmente, não tem milagre.

Para quem não tem problema com dinheiro, essas ferramentas colocam tem a opção “voo recomendado”, e isso significa que não é o mais barato mas sim, o mais cômodo. Ou seja, ou a cia aérea tem uma boa qualificação ou o voo é mais rápido, seja ele direto ou com escalas curtas. Aí, é só escolher o voo que mais agrada.

Para mim, que não gosto de gastar com passagens, o trabalho é um tanto diferente: EU OLHO PREÇO MESMO! Admito!

Fique atento para as longas escalas: elas podem ser excelentes quando você tem tempo disponível e consegue sair do aeroporto para passear. Mas temos dois problemas aqui: se o tempo entre uma escala e outra não for longo o suficiente para sair do aeroporto ou se você tem poucos dias de viagem, pode ser tempo perdido.

DICA IMPORTANTE: Veja não só a data de partida mas a data e o horário de chegada ao destino também! Cara! Imagine perder dois dias de viagem para chegar ao lugar quando a sua trip tem duração de 5 dias (sua viagem vai ficar resumida a apenas 3 dias).  E ESSE É UM ERRO BEM COMUM DAS PESSOAS!!!!

4) ESCOLHENDO A FORMA DE PAGAMENTO:

Encontrei a passagem! Opa! Então antes de fechar o seu bilhete aéreo, lá vai mais algumas considerações: quando usamos as ferramentas de busca de passagens, você é direcionado para sites que podem ou não  ser os da cia aérea do bilhete. Quando não, você cai em um site de vensas terceirizado, claro que geralmente há a cobrança de taxa pela prestação do serviço!

Mas olha só, Isso nem sempre é ruim! Às vezes o preço que esses sites cobram é mais em conta que no próprio site da cia aérea, mesmo com a a taxa!!! Aqui vão algumas das mais conhecidas (e confiáveis): Viajanet , Submarino, Expedia, Decolar, Travelgenio , Travel2go…

Mas para saber o que é mais em conta, entre também diretamente no site da cia aérea e cote a passagem. Preste atenção ao preço, que pode ser em real ou na hora do pagamento ocorrer a conversão para dólar, euro ou ainda, o dinheiro local.

DICA: Fique atento pra moeda estrangeira! O cartão de crédito cobra IOF de 6% e variação cambial. Outro ponto negativo: para quem tem dificuldades com o inglês, muitos dos sites gringos não tem tradução para o português! Comprar uma passagem aérea sem saber o que exatamente está pagando fica complicado,né? Nesses casos,  o mais seguro é comprar em real mesmo.

  • PAGAMENTO À VISTA x PAGAMENTO PARCELADO das passagens aéreas:

Se você pretende comprar à vista a passagem, já é um facilitador. Como eu disse logo acima: é só cotar a passagem na cia aérea original e no site terceirizado, ver qual o melhor preço e tá lindo! Aí, é só esperar para voar!

Caso você queira parcelar a passagem, a história muda um pouco: saiba que quase todos os sites gringos não parcelam os tickets aéreos, então ainda que o preço seja melhor, a condição de pagamento não é. Como saber? Entrando no site da cia aérea e simulando uma compra.

DICA:Você só consegue comprar parcelado se for no cartão de crédito, não tendo a opção por boleto, por exemplo. Se na opção pagamento aparecer somente o campo que solicita os dados do cartão, sem a opção de escolher a quantidade de prestações, é cilada binooo! Rsrsrs! Não aperte em confirmar, a compra sairá à vista!

Mas a boa noticia é que muitos sites terceirizados parcelam, e o melhor: em muitas vezes, tipo até 10x (dependendo da promoção). É torcer para aquela sua passagem estar encaixada nessa opção.

DICA: Meus sites preferidos da vida são o Viajanet e o Submarino mas têm alguns outros que parcelam também.

As cias aéreas brasileiras também parcelam seus vôos e não cobram taxas adicionais por isso. Você pode procurar diretamente o site caso encontre um bilhete que está em uma terceirizada que não dê a opção de parcelar ou que parcele e cobre taxas por isso.

DICA: fique atento! O parcelamento não é dividido em partes iguais do valor total! As taxas de embarque e as taxas cobradas pelos sites que revendem são cobradas à vista juntamente com a primeira prestação! Isso quer dizer que o seu primeiro pagamento será bem maior do que os demais! Esteja preparado.

Depois que encontrar aquele método de pagamento que melhor te agrada é só correr para o abraço!

Gostou dessas dicas? Acompanhe os demais passos dos guias que eu escrevi para você planejar o restante da sua viagem.

Quero viajar e agora? Outras maneiras de rastrear passagens

#3 Quero viajar e agora? Destino, clima e segurança.

.

Quero viajar e agora? Planejando gastos.

Quero viajar e agora? Escolhendo sua hospedagem.

Quero viajar e agora? Montando o seu ROTEIRO

Libriana, concursada e maluca por viagens! Ama sua mochila e não dispensa um carimbo no passaporte! Meta de vida é dar a volta ao mundo. Quer estar em cada pedacinho dele. Trintona, não pensa em casar e ter filhos. Só pensa em viajar! Gosta de gente e não dispensa uma boa festa. Cômica ,falante e muito direta! Quer incentivar as pessoas a tomarem coragem e meterem a cara nesse mundão! Afinal, a vida está lá fora! BORA! @aninha_rnct

%d blogueiros gostam disto: